Sobre acessibilidade

Serviços

03/05/2018 - 15:45

A tarde desta quarta-feira (02), foi de alegria para vinte famílias do Projeto Taboquinha, em Icoaraci, que ganharam uma nova habitação, com sala, cozinha, banheiro, dois quartos e área externa.

Elas receberam as chaves de seus apartamentos das mãos da presidente da COHAB, Lene Farinha, de diretores da Companhia de Habitação e do deputado federal Arnaldo Jordy.

Para Dineuza dos Santos Pantoja, que reside há dez anos na área de palafitas do Cubatão, a mudança vai ser radical, assim como para o esposo e dois filhos. "Com esse apartamento muda toda a nossa vida. Porque a gente sabe que é muito difícil adquirir a casa própria. Ainda mais que só meu marido trabalha. Foi uma graça muito grande receber esse apartamento, que eu esperei por tanto tempo. Vamos ter mais tranquilidade sem a preocupação de morar num local alagado e e perigoso", avaliou.

Outro que se sente satisfeito com a nova moradia é o vigilante Isaías Rodrigues. Ele recebeu seu apartamento no início do ano e diz que agora está mais seguro. "Aqui é muito melhor. Lá a gente morava numa casa de madeira com apenas quatro cômodos, convivendo com ratos e insetos. Aqui tudo é melhor", relatou.

Segundo a presidente da COHAB, Lene Farinha, o projeto Taboquinha "sempre foi dinâmico e já conseguimos avançar muito aqui. Falta entregar cerca de quarenta e quatro unidades habitacionais e fazer a revitalização dos canais, para assim concluirmos as obras", declarou. Ela solicitou que os novos moradores zelem pelas unidades e conservem as áreas livres. Ela também anunciou que está sendo preparada uma área ao lado da ponte do Cruzeiro destinada a um projeto voltado exclusivamente para os pescadores.

Lene Farinha lembrou ainda que os moradores que não obtiveram unidade habitacional foram de alguma forma contemplados com melhorias habitacionais,inclusive por meio do programa Cheque Moradia.

O projeto Taboquinha prevê a construção de 778 unidades habitacionais, além de pavimentação de vias , rede de esgoto e Estação de Tratamento, Rede de Abastecimento de Àgua, drenagem pluvial, ponte do Cruzeiro, Centro Comunitário e Áreas de Lazer, bem como a  recuperação do Igarapé do Cubatão.

O projeto tem investimento de R$ 111.282.926,00, sendo R$ 57.511.058,00 de contrapartida do Tesouro do Estado e R$ 53.771.868,00 do Governo federal.

O percentual de obra executada já está em  82,43%, e prevê o benefício de 1.862 famílias da comunidade. 
A COHAB tem como meta concluir o projeto habitacional até dezembro deste ano.

 

Texto: Rosa Borges  
Fotos de Carlos Sodré. Agência Pará