Sobre acessibilidade

Serviços

20/11/2017 - 15:00

Um vaso com flores na varanda da futura residência simboliza a nova fase da vida de Angelita Martins, 51 anos. Ela, que morava em um terreno invadido na área do Igarapé Tucunduba, em Belém, agora está muito perto de mudar para um local urbanizado, que vai realizar o sonho da casa própria e lhe oferecer algo igualmente valioso: qualidade de vida.

“Não vejo a hora de passar o Natal já no meu cantinho, com minha filha, e acabar com aquela agonia de não saber aonde vai morar, carregando móvel na cabeça. Dou graças a Deus e ao governo do Estado por estar cumprindo o prometido, e me proporcionar essa bênção”, declarou Angelita, que trabalha como vendedora autônoma.

A emoção de Angelita Martins se repetiu entre os integrantes das 320 famílias residentes no Bairro do Guamá, que na manhã deste domingo (19) conheceram os apartamentos que serão entregues pela Companhia de Habitação do Pará (Cohab), construídos com recurso dos governos estadual e federal. Os futuros moradores tiveram acesso aos 288 apartamentos do Residencial Liberdade II, localizados na Quadra 03. O Residencial tem 24 blocos, com 12 apartamentos por bloco, sendo quatro térreos e oito no andar superior. Cada apartamento tem 50 metros quadrados, com sala, cozinha, banheiro e dois quartos.

Benefício - Construído em uma área onde antes funcionava o Campus III da Universidade Federal do Pará (UFPA), o Residencial Liberdade II abrigará famílias oriundas das ocupações do Tucunduba, Perimetral, Acampamento e Green Ville, e que hoje recebem do Estado o Auxílio Moradia, para pagamento de aluguel.

Após sua conclusão, prevista para dezembro de 2018, o residencial beneficiará 1.724 famílias. O empreendimento possibilitará aos moradores acesso à infraestrutura urbana (pavimentação, rede de esgoto, rede de água e drenagem) e a espaços de convivência, como praças e áreas comunitárias.

“Esse projeto é muito importante porque vai alojar todas as famílias que estão saindo das margens do Tucunduba. Isso vai facilitar a conclusão das obras daquele canal, que hoje estão em sua primeira fase, e recentemente receberam a visita do governador Simão Jatene, que acompanhou o acelerado andamento das obras”, informou o secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, Ruy Mendonça.

“Esse é um trabalho de integração do governo, trazendo habitação e qualidade de vida para as pessoas, em um grandioso projeto de infraestrutura”, destacou a presidente da Cohab, Lene Farinha.

Riacho Doce - Ao mesmo tempo em que os futuros moradores conheciam os apartamentos do Residencial Liberdade II, outras 32 famílias visitavam suas unidades no Residencial Riacho Doce I, na Avenida Perimetral, próximo ao portão 02 da UFPA. As 32 unidades estão distribuídas pelos blocos 09 e 10.

Cada um dos 320 apartamentos dos dois residenciais, Liberdade II e Riacho Doce, foi vistoriado pela equipe técnica da Cohab, acompanhada da família que residirá no imóvel. Foram observados vários itens e, se houver necessidade de algum reparo, a Companhia tomará as providências para que a unidade seja entregue sem nenhum problema aos novos moradores.

Da vistoria também participou Sandra Reis, representante da Comissão de Acompanhamento de Obras (CAO). “Pude perceber a satisfação dos moradores vendo a obra em estágio tão avançado”, disse Sandra Reis.

Cidadania e lazer - Durante toda a manhã deste domingo, a Praça do Residencial Liberdade recebeu diversas atividades proporcionadas por órgãos do governo do Estado e Prefeitura de Belém. A Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) disponibilizou vacinas, e a Fundação Pro Paz, da esfera estadual, inscreveu as crianças que serão atendidas pela unidade UFPA, próxima aos residenciais, e organizou uma programação cultural, com apresentação de dança e atividades de pintura e lazer.

A Secretaria de Estado de Administração (Sead) ofereceu emissão de carteiras de identidade. “É fundamental que estejamos unidos em prol desse lindo projeto, que vai melhorar a qualidade de vida dessas famílias. Para a Sead, é fundamental estarmos aqui, trazendo cidadania e ajudando a organizar esse novo momento na vida dessas pessoas”, destacou Alice Viana, titular da Sead.

O investimento total é de R$ 164.819.382,00, sendo R$ 102.524.982,00 do Tesouro estadual e R$ 62.294.400,00 do governo federal. Já foram executados 60,80% das obras de infraestrutura e 57,44% das obras habitacionais.

Texto: Syanne Neno

Fotos: Cristino Martins