Sobre acessibilidade

Serviços

26/06/2019 - 16:15

Emoção em poder começar a realizar um sonho. Foi com esse sentimento que a produtora rural Maria do Socorro da Silva recebeu, nesta quarta-feira (26), um dos 580 cheques moradia entregues para a população da região metropolitana de Belém e municípios de Castanhal, Acará e Cametá. O evento contou com a participação do governador Helder Barbalho e do vice, Lúcio Vale, e foi realizado no Hangar Centro de Convenções, na capital paraense. O investimento é de R$ 3,5 milhões.

Também estiveram presentes na entrega o vice-prefeito de Belém, Orlando Reis; o presidente da Companhia de Habitação do Pará (Cohab), José Scaff Filho, além de autoridades municipais, estaduais e federais.

Os cheques moradias irão beneficiar famílias em situação de vulnerabilidade social, entre eles, famílias com crianças em tratamento oncológico, idosos, vítimas de incêndio e portadores de necessidades especiais.

Maria do Socorro da Silva justificou sua alegria. Ele é avó e cuidadora da jovem Hitaly Pereira Martins, 15, portadora do Linfoma de Hodgkin, que está em tratamento no Hospital Oncológico Infantil. A família vive em uma casa de barro, sem condições de habitabilidade.

"Não tem nem como explicar, a emoção é tão grande. A assistente foi lá fazer a visita pessoalmente, viu o meu estado, a chuva destruiu tudo. As paredes são de barro e eu me sinto muito emocionada de pegar esse cheque moradia da mão do governador do Estado. Agora, eu vou construir minha casa o mais rápido possível. Se Deus quiser, em outubro, já quero estar nela, eu, minhas duas netas e minha bisneta", contou Maria.

"Quero aproveitar minha vida com elas, que são a minha família. Eu sonhava fazer, esse ano, nem que fosse um quartinho, mas Deus é tão grande, tão poderoso, que eu fiquei surpresa em poder receber esse cheque moradia", declarou a produtora rural.

Para o presidente da Cohab, José Scaff, o momento é de celebração e de poder ajudar a quem mais precisa de forma correta. "Hoje, estamos vendo a satisfação do povo, independente de quem quer que tenha iniciado esse projeto. E é importante aperfeiçoar e melhorar", disse.

Ampliação – Segundo o governador Helder Barbalho, no segundo semestre, o cheque moradia será ampliado com recursos do próprio Estado, para que o subsidio e a garantia para o custeio da mão de obra possam também ser contemplados pelo valor. A reformulação deve manter o montante variando em torno de R$ 14 e R$ 16 mil para o crédito de material de construção, além da mão de obra, que passa a ser inclusa, não podendo ultrapassar R$ 20 mil do total disponibilizado.

"Estamos entregando os cheques moradias de uma forma justa, para quem precisa, assegurando os direitos das pessoas, sem que isto seja usado como uma troca política, como uma troca eleitoreira. A população desse Estado paga imposto e tem o direito de receber em contra partida atenção e ações do governo, e é isso que nós estamos fazendo aqui, assegurando que os beneficiários possam receber de maneira correta, transparente, e, com isto, possam melhorar as suas unidades habitacionais", ressaltou o governador.

"Nós desejamos garantir, além do material de construção, a mão-de-obra. Assim, asseguramos que o custeio facilite a efetivação da melhoria habitacional, mas também é uma oportunidade de garantir a geração de renda na construção civil", declarou Helder.

Casa nova – A aposentada Isaura Seabra, 73 anos, foi uma das beneficiárias. Ela tentava há anos conseguir um apoio do governo para reformar sua casa, que está situação precária. "Muita emoção em receber esse cheque moradia, já faz cinco anos que eu esperava por ele. Minha casa estava caindo, foi então que procurei a Cohab para me cadastrar e me deram o cheque. Recebo, agora, essa segunda parcela e vou terminar minha obra, que falta telha, lajota, falta muita coisa. Meu marido é cadeirante, sofreu um AVC e não anda, não fala, então, nós estamos precisando de ajuda", contou a moradora de Benevides.

O vice-prefeito de Belém, Orlando Reis, destacou os dois momentos da entrega: a realização de um sonho para 580 famílias, que recebem a primeira e segunda parcela do seu cheque moradia, e o anúncio feito pelo governador sobre a ampliação do benefício.

"É importante porque resgata esse déficit de moradia e de moradias de qualidade que existia do nosso Estado. A segunda parte também foi especial, quando o governador anunciou o financiamento da mão de obra, que a gente sabe que é um dos grandes problemas, e uma fiscalização efetiva junto às empresas cadastradas. É um momento de festa, de alegria, para todos nós", enfatizou.

Também acompanharam a cerimônia de entrega dos cheques a secretária de Cultura do Estado, Úrsula Vidal; a deputada federal Elcione Barbalho; o deputado estadual Vanderlan Quaresma; a prefeita de Bannach, Lucinéia Alves; e os vereados Blenda Quaresma, de Belém, e Alex Melul, de Ananindeua.

Por Agência Pará

Foto: Ascom/Cohab-pa